Logo Centro
ESCREVA-SE
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Telenovelas: preconceitos e alienação

Por Alice da Silva Gravata

Telenovela é uma história de ficção, geralmente apresentada em forma de capítulos diários. É um dos gêneros televisivos mais importantes e vistos pelo público em geral. As tramas normalmente são simples. No entanto, essa forma de entretenimento cria preconceitos e exibe um conceito utópico da vida, colaborando para a alienação. É necessário que aconteçam mudanças para uma sociedade mais esclarecida.

     As telenovelas reforçam estereótipos. O preconceito se manifesta. O racismo se manifesta nas falas de cenas cotidianas com ações discriminatórias, com agressividade ou ridicularização dos traços destes personagens. A generalização se tornou um recurso narrativo para caracterizar alguns personagens que se tornaram típicos para negros: empregados, trabalhadores desqualificados, entre outros. Normalmente não possuem família e suas vidas estão limitadas à vida de seus patrões.

     Em “Avenida Brasil”, produzida pela Rede Globo e exibida no ano de 2012, Zezé, a empregada doméstica, foi construída sobre esse molde colonial. “Avenida Brasil” é um exemplo de telenovela que promove a dominação ideológica de uma classe social sobre a outra, tendo um discurso que legitima o modelo social em que o sujeito negro é um protagonista invisibilizado. 

Para construir uma sociedade consciente, é necessária a priorização de programas educativos e informativos contra o racismo, com apoio de empresas e escolas. Atitudes como essas formarão uma sociedade mais crítica, diminuindo a alienação. Vivemos em uma sociedade multirracial e a superação de comportamentos racistas só será possível por meio da consciência.

(Alice da Silva Gravata. Aluna do 1º. Ano do ensino médio).

 

© 2020 Anglo - Curso Cidade de Araçatuba
PARA ESTAR NO MUNDO DE UM JEITO ÚNICO